Saturday, November 04, 2006

Na tentativa de recuperar alguns momentos passados, deste último mês e meio. Em que tanta coisa mudou. Um ano, que terá começado em Setembro... Mais ou menos um ano passado do primeiro dia do resto da minha vida. E não são todos os dias assim?


01.11.2006 - 15h52

Boris... meu querido e grande Boris... enorme... Como é que consegues ser tão grande... sais ao dono, meu querido amigo João

27.10.2006 - 14h05

Que nem toupeira... Apanho um meio rápido de fugir donde estou... Para chegar onde quero ir...

26.10.2006 - 19h07

Over the bridge... quase lá... quase a chegar... suado e bem disposto

25.10.2006 - 09h50

Uma viagem... nesta vida... de carro... casa-trabalho, trabalho-casa... e algo mais...

15.10.2006 - 14h30

Descansa os olhos... "Vê mais longe a gaivota que voa mais alto"

Está tudo tão próximo...

14.10.2006 - 11h30

Momentos de paz junto ao mar... Com linhas perfeitas a passar à frente. Depois de uma sessãozinha, pois claro...

09.10.2006 - 19h00

Duas metades de um todo. Um, único. E só, com a sua individualidade simples. Um que se forma aos poucos de dois. Dois que criam cumplicidade e companheirismo... e que formam essa unidade única do amor...

08.10.2006 - 00h30

Ao luar... Com uma lua linda. Cheia... Plena de sentimento. A lua que deu a maior maré dos últimos 25 anos?? Uma lua que devolveu muitos, muitos anos...

07.10.2006 - 19h30

Como o tempo engana... Um verão tardio. Um fim-de-semana prometido há meses. Senão há anos... O que em tempos foi a casa de verão. De fim-de-semana... A cabana que toda a gente procura... Ali mesmo, em frente ao mar. Com alpendre cheio de vontade, a cheirar a maresia...

01.10.2006 - 08h30

Flu... Ao primeiro dia do virar do mês, o primeiro dia de mãe. Feliz como sempre... Frrrrrrrrrru!!

26.09.2006 - 10h00

O comboio... há melhor forma de viajar? Sentir o barulho dos carris... Ter espaço para espernear... ter calma para ler um livro enquanto não se chega... nem que seja ao trabalho... onde estão os comboios antigos? aqueles em que se deve ir de porta aberta para apanhar ar?

21.09.2006 - 8h00


Curiosamente, um ano depois, o primeiro dia de chuva. O primeiro registo do Inverno a chegar. A mudança da estação. A água. A vida... A chegada do Fred... Passado tanto tempo. O recomeço de um ciclo. De mais um ciclo... Com tantas novidades...

1 Comments:

Blogger carito said...

Tus fotos, como siempre: hermosas!
un beso.
Caro

7:17 PM  

Post a Comment

<< Home